Posts Tagged ‘Gravidez’

Estou grávida?

Mau humor… Não imagina! A Pipoca esta nos últimos dias passando por momentos complicados.  Na sua linda cabecinha ela acha que esta grávida! Será inveja da mamãe? Ela quer ter um bebe como eu?

A resposta é não ela esta com “gravidez psicológica” não por querer, mas por que ela tem muitos hormônios circulando que fazem ela achar que ela esta esperando sim vários cachorrinhos.

Na minha opinião a “gravidez psicológica “não deveria chamar-se assim e sim de gravidez fisiológica, pois é uma resposta natural após o cio.

Quando dizemos que a cachorrinha esta no cio é por que ela esta no seu período fértil, após a ovulação ela inicia a produção de um hormônio chamado progesterona.

Esse hormônio é o responsável pela manutenção da gestação. É a progesterona a culpada pelos enjoos e pela alteração de humor que nós mulheres grávidas temos durante a gestação.

A mudança comportamental é gritante, pode ocorrer alteração no apetite, a nossa amiguinha fica mais caprichosa para comer. Como instinto elas ficam mais sedentárias, preferindo descansar e cochilar e têm a tendência a adotar objetos, especialmente os seus brinquedos.

Essa fase ocorre aproximadamente dois meses após o cio, é quando ela na cabecinha dela, esta para ter neném, ou os bebes já nasceram. Aqui em casa a Pipoca adota os outros bichinhos, neste período os seus “irmãos” passam a ser seus “filhos”.

Também pode ocorrer produção de leite. As mamas ficam repletas e na maioria das vezes é necessário que o veterinário prescreva medicação, pois este leite pode “empredar”e gerar um quadro de inflamação. O que para a nossa amiga vai gerar dor e nos casos mais graves pode até ocasionar uma grave infecção.

Outro quadro clínico que pode ocorrer nas cachorrinhas que fazem “gravidez psicológica” é a infecção uterina também conhecida como piometra.

Para evitar este quadro o ideal é castrar. As cadelas que fazem este quadro de “gravidez psicológica” normalmente vão repetir esta alteração de comportamento após todos os cios que ela tiver.

A medicação prescrita pelo veterinário para “secar” o leite não evita que o quadro se repita e na minha experiência profissional a cachorrinha que apresenta esse comportamento tem a tendência a repetir mais forte após cada cio.

E cá entre nós e muito sofrido também, pois elas realmente acham que estão grávidas, e esperam por seus filhotinhos que não chegam! O instinto materno está ali prontinho e é por isso que elas adotam outros bichinhos ou brinquedinhos.

Portanto… Vamos castrar! Assim evitamos a super população de cães e deixamos as nossas cachorrinhas mais felizes.

Escreva as suas dúvidas neste post. Aqui no Blog Sobre Cães e Gatos você encontra informacão e diversão.

14

02 2012

Vou contratar um Husk como baba

Aqui em casa estamos contando os dias para a chegada do novo membro da matilha. Minha filhinha Maria Eduarda.

A minha filha que agora pula, chuta e interage comigo e com meus cães de dentro da minha barriga daqui há pouco tempo estará interagindo aqui fora.

Essa semana percebi dois movimentos muito legais. Quando a Pipoca late minha filha chuta e quando a Pipi (apelido da Pipoca) estava deitada com a cabeça na minha barriga  a Maria Eduarda chutava e a Pipoca acordava, abria os olhinhos e me olhava com olhar de repreensão

Depois que vi estes dois vídeos decidi. Vou contratar estes dois Husk para trabalhar aqui em casa.

Esse para quando ela chorar.

E esse só para conversar com ela. Se você prestar bem atenção no vídeo os dois realmente estão se entendendo!

Bom fim de semana á todos.

Aqui no Blog Sobre Cães e Gatos você encontra informação e diversão. Escreva neste post.

09

12 2011

A gravidez e os cuidados com a saúde dos animais de estimação

Estou grávida de cinco meses, e a fase de preparação dos meus pequenos já começou faz um tempo. Aqui em casa somos seis, eu, meu marido, o Yuri (poodle 13 anos), Pipoca ( maltês 3 anos), Padme (Chartreux 2 anos) e meu hóspede frequente Gato (persa 9 anos). É uma turma…

Minha preocupação com esta turminha sempre foi na melhor maneira de adapta-los a nova situação. E mantê-los bem saudáveis é fundamental para que eu possa cuidar tranquilamente da minha filha que esta para chegar.

Muitas coisas são ditas sobre os animais de estimação, no meu caso que sou veterinária mais ainda.

Tenho uma frase que sempre falo quando me questionam a respeito da minha profissão e do meu estado atual “Se ter animais e engravidar fosse algo muito perigoso os veterinários nunca teria filhos, seria um pré-requisito no vestibular para veterinária”

Piadinhas a parte o importante é cuidar da saúde. Já conversamos aqui no blog sobre a Toxoplasmose.

Vale a pena ler: Estou grávida e tenho Gatos.

E o que quero conversar neste post é como deixar em dia a saúde do seu cão ou gato, para que ele possa receber o novo membro da família saudável e feliz.

A palavra do dia é prevenção!

Institua a vermifugação mensal. Principalmente para a fase em que o bebe começar a interagir com os bichinhos da casa. Neste caso o vermífugo a ser escolhido deve ser orientado pelo médico veterinário, os produtos que podem ser utilizados mensalmente ajudam também a prevenir a Dirofilariose (o verme do coração).

Controle mensal de pulgas e carrapatos. Você agora deve estar falando, mas existem produtos que duram três meses? Sim existem os que duram até três meses e todos eles na bula especificam que para carrapatos eles protegem por 30 dias.

Deem uma lida no post sobre Carrapatos…

Qual a importância neste caso? Você imagina estar com barrigão, ou nenen pequeno e ter que sair de casa para dedetizar tudo… E ainda seu cachorro adquirir  alguma doença transmitida pelo carrapato. O melhor é prevenir.

Se o seu amigo cão ou gato possui alguma doença crônica faça uma consulta e um check-up nele antes do bebe nascer. Você ficará mais tranquila (o) sabendo que o seu amigo estará em pleno estado de saúde quando o novo membro da família chegar.

Verifique a carteirinha de vacinação da turma. Se coincidirem as datas de nascimento do bebe com a vacinação dos pets fatalmente a vacina pode atrasar, e neste caso existe um prazo para que ela não perca a sua validade e o seu amigo não fique desprotegido. O prazo estipulado pelos laboratórios em geral são de um ano e um mês. Passou desta data a recomendação é fazer um reforço.

Converse com o seu veterinário sobre as vacinas, em alguns casos é possível antecipar e evitar que seu cão ou gato fique desprotegido.

Os pelos… Bom o ideal se o seu bichinho solta muito pelo é deixa-lo tosadinho. Aqui em casa estão todos em look verão.

A escovação também ajuda a retirar os pelos mortos. Mas com bebe pequeno o tempo ás vezes é curto, então leve seu amigo a um pet shop de confiança e encontre a solução mais prática e confortável para o seu amigo e para você.

Desde o início da gestação mostre ao seu amigo que você continuará amando ele e que a pessoa que chegará também.

Vai ser tudo de bom… Confesso que estou ansiosa!

Aqui no blog Sobre Cães e Gatos você pode colocar as suas experiências, dúvidas e opniões. Escreva neste post.

 

16

11 2011

O Bebe e o Labrador

Como em toda sexta-feira um vídeo divertido que mostra o relacionamento lindo de um bebe com seu labrador.

Não é um dos post da série sobre gravidez, mas poderia ser por que mostra que a relação amorosa e de confiança entre um bebe e seu cachorro.

Aqui no blog Sobre Cães e Gatos você encontra muita informação e diversão.

Escreva neste post e coloque aqui as suas experiências e suas dúvidas.

23

09 2011

Gravidez e cachorros, o que fazer?

Está tudo mudando… estamos de reforma? Por que estes móveis são diferentes? Posso entrar e cheirar? Tudo isto deve estar passando na cabeça dos meus dois cachorros, o Yuri e a Pipoca.

Muitas mudanças acontecem na casa com a chegada de um bebê, e nós devemos preparar os nossos companheiros para que eles não fiquem deprimidos neste momento especial de nossas vidas. Muitos problemas comportamentais podem começar nesta fase da vida do seu amiguinho e com amor e paciência podemos evitar.

Nos primeiros meses após o nascimento, é o momento em que precisamos nos dedicar mais ao nosso filho e é nesta hora que seu cão poderá sentir que o seu território mudou.

Para começar temos que definir se você permitirá o livre acesso a todos os cômodos da casa, caso o seu cão não possa entrar no quarto do bebê acostume-o desde o início da gestação, brigar com ele depois que a criança estiver em casa só vai frustar o cão.

Quando estiver em casa, fique com uma boneca no colo alguns períodos, o seu cão irá se acostumar em ver você dando atenção a outro ser que não é ele, e também o seu amiguinho irá se costumar com a imagem de você com “algo” no colo.

Dolorido mas necessário…. diminuir um poucos os mimos, confesso esta está sendo a parte mais difícil, mas temos que ser menos egoístas e pensar em nossos companheiros, que com a atenção total de agora irão sofrer com a falta dela quando o bebê chegar.

Converse com seu marido e inverta alguns papeis, peça para ele assumir passeios, dar comida, brincar mais com o seu cão.

Mude os seus hábitos com o seu cão de maneira gradativa e não recue nas suas ações.

Conselho de futura mamãe que tem companheiros caninos deixe a vida seguir seu curso natural, e pensar que logo estarei com meu bebê em casa puxando o rabo da Pipoca, sentando no Yuri… que festa!

Toda semana colocarei no blog as minhas experiências com meus cães e gatos e minha gravidez.

Você poderá gostar também:

Eu tenho gatos e estou grávida!

Comente aqui este post e divida conosco as suas experiências!!

31

08 2011