Posts Tagged ‘Gato’

Cachorro e Gato são amigos naturais

Brincando, tão fofinhas, a maltês bate com a patinha na cara da gatinha, a gata pula no pescoço da maltês e saem as duas rolando. E minha gata também é apaixonada pelo poodle, ela se esfrega,  lambe, anda ao lado dele. São lindos!

É muito legal ver um cão brincando com um gato, parece que ambos perdem um pouco da caracteristica de sua espécie, o cão brinca como gato e o gato brinca como cão.

Quem tem cachorro morando com gato sabe bem do que eu estou falando.

Se você já tem um gato e quer trazer um cão para dentro de casa, o seu gato em um primeiro momento não vai gostar  mas fique tranquilo ele vai ficar amigo do novo membro da família.

Para adaptar os dois separe-os e deixe o gato ter contato com o cachorro aos poucos, se o cão for um filhote ele vai tentar brincar e pode pular com mais energia assustando o bichano, faça as apresentações sempre supervisionadas.

O ideal é colocar o gato em uma caixa de transporte, o gato vai se sentir protegido e aceitará mais fácil o seu novo amigo.

Recomendo ler o primeiro post da  Série Felinos e suas Manias, neste post falo de como adaptar um gato a mudanças. E um novo amigo é considerado para um gato uma GRANDE mudança.

Para adaptar um cão com um gato é mais fácil, o gatinho virá todo simpático fazer amizade e a tendência é o cachorro aceitar a brincadeira, porém o gatinho pode ter medo por não conhecer a figura do cão. O cão entende que o gato é um novo membro da matilha, e por isso aceita muito bem.

Eu recomendo Cachorro e Gato juntos, serão grandes amigos.

Se você como eu tem cães e gatos que moram juntos divida a sua experiência conosco!!

Você poderá encontrar mais dicas sobre como adaptar melhor os Cães aos Gatos Clicando aqui

16

08 2011

Resgate na rodovia

Na estrada

Tarde de sol, no horizonte vejo um ponto branco no meio da pista, o ponto se mexe, é um gato. Nem pensei, parei o carro e me joguei na pista, quase fui atropelada, e felizmente consegui pegar, cabia na palma da mão, pequenininha e não estava sozinha, no acostamento mais uma, sua irmazinha pretinha, toda remelenta e machucada.

Animais abandonados quando filhotes ficam doentes rapidamente, por não ter alimento disponível a imunidade baixa e ficam suscetíveis a doenças, especialmente as infectocontagiosas.

Neste caso as meninas estavam com complexo respiratório felino, doença do trato respiratório superior, viral, altamente contagiosa que pode evoluir para uma pneumonia.

O bichano infelizmente vai ter que conviver a vida toda com esta doença, é só ficar frio, ou baixar a imunidade que os sintomas podem retornar.

Qual atitude tomar?

Primeiro encaminhar o bichano ao veterinário, ele irá prescrever a medicação necessária para o restabelecimento do nosso amiguinho.

Oferecer também uma alimentação de qualidade, de preferência ração premium ou super premium, dando forças para o corpo lutar contra o vírus. Podemos acrescentar na ração suplementos para incrementar a imunidade.

Em muito casos uma boa alimentação determina que a doença não apareça nunca mais.

E principalmente amor.

O resultado é claro é um gato saudável, que vai trazer muita alegria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

03

08 2011