Posts Tagged ‘Cachorros’

Como administrar petiscos sem problemas

Que osso!

Vou morrer, foi o que pensou minha pequena maltês… comi muito rápido o palitinho. Tava bom, mas não desceu…. Aí socorro, como vou resolver….vou pedir ajuda a minha doninha, ela vai ver. Fecho os meus olhinhos e faço cara de vitima!

-O que foi minha querida? Engasgou?

Se alguém já passou por uma situação destas com seu amiguinho sabe o desespero que dá, alguns saem correndo para o veterinário e outros pedem para São Francisco desengasgar seu cachorro.

Esta situação pode ser evitada. Para os nossos amiguinhos não devemos oferecer petiscos como bifinhos e palitinhos se eles estiverem em estado de excitação, temos que acalma-los. Pois é fácil falar, mais como fazer? Bom… seguem algumas dicas.

  1. Petiscos devem ser oferecidos como recompensa e nunca como alimento principal.
  2. Ofereça o petisco entre as refeições, de maneira comedida, assim o amiguinho estará com menos fome e não irá com “muita sede ao pote”.
  3. Pode-se colocar os petiscos em brinquedos próprios que aguçam o paladar e difultam o acesso, o pequenino assim gasta energia e se delicia com a guloseima

                 

 Compre um bom petisco e boa brincadeira.

02

08 2011

A idade chega para todos

Yuri meu Idoso

Dificuldade para descer escadas, andar mais lento, demorar para atender a um chamado, são sinais de que algo mudou, o tempo passou e o corpo já não é o mesmo.

Para quem pensou que estou falando de uma pessoa idosa, acertou, mas não a pessoa e sim de um idoso, um cão idoso.

A idade chega e percebemos que aquele cachorrinho que conhecíamos já não é mais o mesmo.

As alterações no idoso são muitas, podem aparecer dificuldades de visão, audição, artrose entre outras.

Procure o seu veterinário de confiança e faça sempre exames preventivos no seu cachorro, problemas diagnosticados cedo podem ser tratados, ou minimizados prolongando com qualidade a vida do nosso amiguinho.

Mas para aqueles que já estão cegos, o que fazer?

Uma dica legal para aqueles cachorros que estão esbarrando nos moveis em casa é colocar cheiro nas quina, o olfato dos cães é apurado, procure comprar um perfume que não se assemelhe a nenhum outro que você use para não confundi-lo. Aplique diariamente ou em dias alternados. Não tem necessidade de aplicar muito.

Eu recomendo o uso do spray aromatizador de lençóis e toalhas da Greenleaf, utilizei o Valencia pois achei suave e agradável.

Não mudar a decoração da casa é importante, pois o velinho se acostuma e aprende a desviar.

Procure sempre passear pelos mesmos lugares, ele se sentirá mais seguro pois os cheiros são familiares e o passeio será proveitoso.

Para que ele não se assuste com pessoas estranhas, seja em casa ou no Pet Shop, a orientação é sempre aproximar-se devagar, oferecendo a mão para ele cheirar , ou o antebraço, assim ele saberá que tem alguém se aproximando.

Muito carinho, paciência e amor o nosso vovozinho viverá feliz e confortável.

18

07 2011

Meu cachorro é hipocondríaco

Cachorro Hipocondriaco

Descobrir meu amado poodle diabético foi um choque, como veterinária sei das dificuldades do tratamento, pois a insulina só existe injetável. Pensei muito em como tornar este momento agradável, afinal é para a vida toda.

Já faz cinco anos, que seguimos com a mesma rotina, duas vezes ao dia as 8h00 e as 20h00, e o velhinho vai bem obrigada.

O momento da injeção de insulina, é o momento mais feliz do dia para o meu pequeno, ele late, rodopia e abana o rabinho, é a coisa mais fofa.

Como fazer? Reforço positivo, a cada espetada um petisco sem calorias.

Assim ele associou: uma injeção, uma gostosura.

Os nossos amiguinhos gravam o que é agradável e prazeroso com facilidade.

Quando for dar remédio para o seu amiguinho nunca force a situação, pegar na marra, segurar, abrir a boca empurrar o comprimido vai terminar com o cachorro estressado e você no mínimo incomodado, pois se nos colocarmos no lugar deles, é um momento ruim.

Comece sempre oferendo a medicação com você relaxado, alivie a sua tensão, pois eles percebem que algo de estranho está para acontecer, e após administrar faça uma festa e ofereça sempre um petisco. Pergunte para o seu veterinário qual administrar, existem algumas restrições dependendo da medicação ou do dodói do nosso amiguinho.

Ter um amiguinho hipocondríaco é fácil, com amor e paciência ele vai entender que aquele comprimido ou injeção vai fazer com que ele fique com você por muitos e muitos anos!

14

07 2011

Vou falar sobre amor por cães e gatos

Para começar gostaria de dividir a minha história pessoal. Desde que me entendo por gente pensava em ser veterinária. Sempre tive muitos amigos de quatro patas, principalmente gatos, a primeira a Laidy, fez com a família de felinos ficasse grande, ela só tinha cria no meu armário, me recordo de muitas vezes quando criança  abrir uma gaveta e me surpreender com filhotes miando baixinho, e todos os dias acordar com ronronadas e um dos gato afofando a na minha barriga. Que delícia!

Meu primeiro cão, o Duque, um SRD, foi meu melhor amigo na infância, e decisivo na escolha da minha profissão, partiu com 19 anos, quando eu já estava atuando como veterinária, penso nele com gratidão e lágrimas nos olhos, ele me apresentou este mundo maravilhoso de amizade, fidelidade e companheirismo dos cães.

 A minha família hoje é formada pelo Yuri, cão Poodle 13 anos, Pipoca, cachorrinha Maltês 2,5 anos, Preta felina SRD (vira-lata para a maioria, depois que casei ela ficou morando com meu pai) 7 anos, Padme felina Chartreux 2 anos, Gato (o nome dele realmente é Gato) felino Persa, 9 anos, este último é da minha sogra, frequente se hospeda em nossa casa e já é considerado da família. Esta turminha é a minha paixão e fonte de inspiração diária.

Aqui vocês irão conhecer histórias desta turma, aliada as minhas experiências atuando como veterinária de cães e gatos há nove anos.

Pretendo oferecer soluções para as dificuldades do dia a dia, falando como proprietária que sou e também como veterinária.

Sou uma apaixonada por focinhos gelados, abanadas de rabo, olhinhos atentos, ronronados e também rosnadas e mordidinhas. Quero dividir esta paixão com vocês!

Então vamos lá… falar sobre cães e gatos.

Sejam bem vindos!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13

07 2011