Posts Tagged ‘Babesiose’

Carrapatos…

Coça… Coça…”O que foi Pipoca?… Ai um carrapato” É impressionante a Pipoca é “sangue bom”, começa a esquentar e os carrapatos começam a aparecer.

Os carrapatos são parasitas externos (ectoparasitas) hematófagos, ou seja, alimentam-se do sangue dos seus hospedeiros.

E podem atacar os cães, gatos, mamíferos silvestres e até mesmo o homem.

São de grande importância na medicina veterinária, pois eles são vetores de doenças. Ao se alimentar no hospedeiro  podem transmitir bactérias, vírus, protozoários…

Para os cães os carrapatos podem transmitir Babesiose, Erlichiose,Doença de Lyme e Febre Maculosa.

Adoram esconder-se em frestas de muros, na vegetação e nos cães peludos ás vezes fica difícil de achar.

O seu ciclo de vida é diferenciado, a fêmea adulta se alimenta no cão coloca os ovos no solo, estes eclodem no solo e as larvas esfomeadas sobem em outro cão para se alimentar voltando ao solo para ganhar mais uma patinha e se tornar ninfa, novamente esta pula em outro cão se alimenta e completa seu desenvolvimento tornando-se adulta reiniciando todo o ciclo.

Ciclo do Carrapato

Ao atingir a vida adulta um carrapatose alimentou-se no mínimo de três cães, portanto, se um deles tiver com Erlichiose o carrapato vai se contaminar e passará a doença para outros cães.

Veja o vídeo de como os carrapatos nascem, são muitos!!!

Ao se alimentar no cachorro o carrapato se fixa no corpo do hospedeiro, e a “boca” do carrapato fica grudada, esta pode causar alergia e  irritação local. Neste vídeo você consegue ver como ele se fixa na pele no cão e como é díficil de retirar.

Para prevenir esses bichinhos tão inconvenientes é importante manter o seu cão protegido. Pergunte ao seu veterinário qual o melhor produto para o seu cão. Temos muitas opções e ele saberá indicar qual a melhor.

Para o ambiente é importante manter terrenos limpos e antes do verão pulverizar com produtos específicos para ambiente, busque orientação veterinária. Dica para a pulverização ser mais eficaz é fazer sempre no final da tarde e em dias secos. O sol sobre o produto pode acelerar a evaporação  e diminuir a eficácia.

Escreva aqui neste post no Blog Sobre Cães e Gatos as sus dúvidas e opiniões.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

03

11 2011