Archive for the ‘Serie felinos e suas manias’Category

Os gatos com mania de limpeza – Série Felinos e suas Manias 5o post

Os gatos são famosos por suas manias de limpeza, se lambem o tempo todo, e isto os torna muito limpinhos e sempre cheirosos  (os meus são!).

O gatos ocupam cerca de 50%  do seu tempo acordados com a sua higiene, esta mania de estar sempre limpinhos se inicia na segunda semana de vida dos gatinhos nesta fase eles começam a lamber as patinhas da frente.

A higiene do gato esta mais dirigida ao seu corpo e ele utiliza a sua língua para se limpar, esta possui papilas orientadas para trás bem desenvolvidas e adaptadas para este comportamento, muitos pelos podem grudar nestas papilas e serem ingeridos pelo nosso gatinho, formando as famosas bolas de pelo.

A higiene oral ocorre com maior intensidade após períodos de descanso, sono e alimentação.

Regiões como cabeça e pescoço são cuidadas utilizando as patinhas da frente, normalmente o gatinho lambe bem as patinhas e passa na cabeça… Coisinha mais fofa!

A  arranhadura também é uma forma de limpar as unhas que normalmente fica suja com o granulado do seu banheirinho, arranhando ele remove a sujeira e em seguida com os dentes finaliza retirando sujeirinhas que ficaram grudadas.

Se você tem dois gatos é comum ver eles se lambendo, um pode sim dar banho no outro e normalmente a região escolhida é o pescoço e a cabeça.

Os gatos normalmente possuem picos de limpeza que oscilam de 3 a 4 meses, mais em outubro, novembro e junho e menos  em fevereiro, maio e agosto. Estes picos estão relacionados ao ritmo circadiano e temperatura do corpo.

A higienização é fundamental para manutenção da pelagem, e normalmente os pelos caem o ano todo, mais intensamente na primavera, que aliás começa manhã, ou seja, prepare o aspirador de pó!

Para minimizar as quedas nesta época do ano que se inicia e diminuir a quantidade de pelo ingerido pelo seu bichano você pode escova-lo diariamente, para os que têm pelos curtos pode-se utilizar luvas especiais e esponjas macias, eu gosto de uma chamada Pet Rubber, e para os de pelo longo a escova de pinus , que retira o excesso de pelo sem quebra-lo.

Um alerta para os felinos mais velhinhos. Com a idade a produção de saliva diminui e a língua fica menos eficiente. Por isso é fundamental escovar com mais frequência o vovô.

Felinos… Sempre as com as suas manias!

Você irá gostar dos outros posts da Série Felinos e suas Manias 4o post. 3o post, 2o post, 1o post.

Escreva neste post e divida conosco do Blog Sobre Cães e Gatos as suas dúvidas e experiências.

 

22

09 2011

Série Felinos e suas Manias 4o post

Um comportamento observado em alguns gatinhos chama a atenção de proprietários e veterinários, eles abraçam uma blusa de lã e mamam como se estivessem mamando na tetinha de sua mamãe gata.

Esta mania é chamada de sucção de lã ou mastigação de lã, é um comportamento quase que exclusivo de gatos siameses, burmeses, e seus mestiços, sugerindo que este comportamento é transmitido geneticamente.

O aparecimento desta nova mania ocorre geralmente após a puberdade (6-7 meses de idade).

A maioria prefere roupas de lã, mas também pode ocorrer com algodão e tecidos sintéticos, alguns gatos ficam tão viciados que chegam a comer pedaços do tecido, sendo esta mania um risco para a saúde deles, pois pedaços de tecido podem causar obstrução do intestino.

Alguns gatos gostam de mamar nas axilas do proprietário, uma das explicações é atração pelo cheiro de lanolina, presente na lã e no suor, por isso é comum também a atração por roupas suadas e manchadas.

Para evitar esta mania alguns criadores de siameses deixam os filhotinhos mamarem até as 12 semanas de idade, brinquedos que ele possa morder também ajudam, pode-se oferecer para eles bifinhos próprios para gatos e  alguns autores relatam que alimentos ricos em fibra diminuem a vontade de sugar lã, neste caso pode-se oferecer uma ração light.

Alguns casos mais persistentes o veterinário pode precisar intervir com medicação para distúrbio obsessivo-compulsivo, neste caso a mania tornou-se uma doença.

A boa notícia é que na maioria dos gatos a mania de sugar lã desaparece próximo aos dois anos de idade, sem tratamento algum e sem explicacão.

Esses gatos e suas manias!

Aqui no Blog Sobre Cães e Gatos você encontra muita informação. Divida conosco as experiências com o seu gatinho e as suas manias.

Você irá gostar dos outros post da Série Felinos e suas Manias.

No 10 post você encontrrá dicas para lidar com as mudanças sem estressar o seu gato.

No 20 post falamos sobre o sono dos felinos, como é e o qunto eles dormem.

No 3o post dicas para ensinar o seu gato a utilizar a caixa de areia.

06

09 2011

Série Felinos e suas Manias – 3o post

Cavar… Cavar… Enterrar, sinto cheiro de caquinha ainda, pensou minha linda gatinha. Enterro de novo!

A maioria dos gatos são maniacos por limpeza, adoram a caixinha de areia que usam de banheiro, na maioria dos casos deve estar sempre limpinha(as minhas gatas reclamam quando a caixa tem apenas um xixi) e desde filhotinhos sempre fazem as suas necessidades no lugar certinho.

Mas como funciona este comportamento? Por que eles acertam a caixa se nós nunca ensinamos? É necessário ensinar a utilizar a caixa de areira?

O gatinho recém nascido não faz coco ou xixi voluntariamente, ele consegue apenas através do estímulo da mãe, por meio de lambedura, ou afago na região dos orgãos genitais e abdomem, este comportamento assegura a segurança do ninho contra predadores pois a mamãe gata come as caquinhas dos seus filhotes.

Este comportamento peculiar aos gatos, chama-se reflexo anogenital, e desaparece apenas entre os 23 e 39 dias do filhote.

Nesta idade ele pode ser incentivado a usar a caixa de areia por imitar o comportamento de sua mamãe, normalmente ele começa ir para a caixinha com uns 20 dias, paralelo ainda ele necessita da lembedura de sua mamãe gata.

O gatinho aprende a utilizar a caixa de areia imitando o comportamento dos outros gatos adultos. Por isso é muito importante não separar o filhote de sua mãe muito cedo, problemas como fazer xixi e coco no lugar errado geralmente são ocasionados por esta separação antecipada.

Para aqueles gatinhos que são órfãos, ou que viveram em ambiente externo é necessário fazer uma apresentação da caixa de areia e ter um pouco de paciência, pois erros podem ocorrer.

Para iniciar coloque o gatinho em um ambiente pequeno junto a caixa para passar o dia, pois se ele estiver solto, ele na sala e a caixa na lanvederia, ele pode não se lembrar de ir até lá fazer xixi. Em seguida mostre a caixa para o gatinho, coloque-o dentro e faça-o cavar a areia com as patinhas , repita isto várias vezes ao dia. No inicio de preferência por areias mais finas,são macias e normalmente eles gostam mais. Neste caso é bom mantê-lo longe dos vasos, ele pode pensar que ali também é banheiro.

 Procure sempre colocar a caixa em local calmo e com privacidade, afinal ninguém gosta de ir ao banheiro com platéia não é mesmo?

 Você irá gostar também dos outros post da série

No 1o post como mudar seu gato de ambiente sem dificuldades

No 2o post curiosidades sobre o sono dos felinos.

11

08 2011

Série Felinos e Suas Manias – 2o post

Que delícia, dormir…. de barriga para cima, ou toda enroladinha, escondendo a carinha. O que importa é dormir!  Vamos confessar que dá uma certa inveja, viver de preguiça o dia inteiro.

Quem convive com gatos sabe que eles dormem praticamente o dia inteiro, e este sono é dividido em duas fases, o sono leve, também conhecido como de onda lenta, e o sono profundo, ou sono REM.

Normalmente os gatos procuram para dormir locais quentes, fofinhos e calmos, adoram buracos e  se esconder dentro de armários e é claro adoram um colinho também.

Nos filhotinhos de 2-3 semanas de vida só temos o sono REM e o nosso amiguinho passa metade do dia dormindo e outra metade mamando é claro.

A curiosidade é que 40 a 50% do tempo de sono do gato adulto é um sono leve. Neste sono o gato esta dormindo geralmente com a barriga encostada, rabo enrolado no corpo e é necessário manter um tônus muscular principalmente para a cabeça. Quem nunca se perguntou como que eles conseguem dormir com a cabeça firme, sem cair.

O tempo do sono leve é normalmente de 9 a 12 horas do dia.

O sono profundo, é alternado com sono leve, o sono profundo dura 6-7 minutos se alternando com 20-30 minutos de sono leve, ou seja 15% de um período de 24 horas o que equivale a aproximadamente 3 horas, pouco né? Nesta fase ocorrem os sonhos, que infelizmente ainda não podemos decifrar.

Somando tudo, são aproximadamente 15 horas de sono. O restante do tempo é ocupado comendo, brincando, fazendo as suas caquinhas e se lambendo.

Existem diferenças do sono entre raças, temperamentos e idade dos gatos. Sabe-se que um filhote dorme o tempo inverso que brinca, e os persas nossa… esses dormem! Parece que acordam para dormir.

Normalmente os gatos acordam preguiçosos, estirando as patinhas e arranhando, mas sabemos que eles podem acordar alertas e prontos para atacar aquela mosquinha que estava próxima do seu focinho.

Vamos respeitar o soninho dos nossos amigos felinos, afinal é um sono necessário! Não é apenas preguiça!

Você também vai gostar dos outros posts da Série Felinos e suas manias.

No 1o post você encontrará dicas para modificar o ambiente do seu gato sem estresse

No 30 post você encontrará dicas para ensinar o seu gato a utilizar a caixa de areia.

 

05

08 2011

Série felinos e suas Manias – 1o Post

Que anjo!

Todo dia ela faz tudo sempre igual me sacode as seis horas da manhã… Chico  Buarque quando escreveu esta música não sabia mas estava falando de um gato.

Todo dia temos as mesmas tarefas, e inconscientemente oferecemos uma rotina para o nosso bichano e ele… aceita é claro, gatos adoram rotina, são metódicos, e quando nos damos conta já somos seus reféns, estou errada?

A rotina faz parte da essência dos felinos. Tente mudar para ver o que acontece, primeiro ele vai ficar indignado, miando, reclamando para que tudo volte ao “normal”.

A mudança pode deixar o gato doente.

O que acontece normalmente é o aparecimento de cistite (infecção na bexiga), ou lipidose felina (doença grave causada pela falta de alimento, quando o gato para de comer).

Mas o que fazer se temos que mudar algo?

Vamos falar primeiro da mudança de ambiente, para uma casa ou apartamento novo.

O bichano precisa de tempo para sentir- se seguro na casa nova, temos que ter paciência.

Antes de mudar o ideal é levar o cheiro do gato para a casa nova. Utilize um pano novo, e esfregue no pêlo próximo dos bigodes, assim ele libera um ferormonio que indica que o território é dele, este pano você passará nas laterais das portas. Importante fazer este processo após ter limpado a casa para mudança, pois a limpeza vai retirar o cheiro do gato do ambiente.

O segundo passo é levá-lo em uma caixa de transporte, e deixar ele na caixinha por um tempo. Tirar o gato a força só vai deixa-lo mais inseguro, leve-o para um cômodo e solte-o lá, neste ambiente coloque a caixa de areia, e os potinhos com água e comida. É normal ele querer se esconder em baixo de algo para se sentir protegido.

Mostre o restante da casa aos poucos, continue todos os dias passando o paninho pela casa.

Pode-se usar também o Feliway um produto que mimetiza o ferormonio liberado nos bigodes. Este ferormonio da Ceva Laboratório Veterinário, pode ser encontrado em duas apresentações, a em spray e o difusor. O difusor é o indicado neste caso pois ele vai atuar no ambiente.

Dê um tempo para o seu gato se acostumar,  tenha paciência , ele vai se adaptar.

Você irá gostar dos outros post da Série Felinos e suas Manias

No 20 post curiosidades sobre o sono dos felinos

No 30 post você encontrará dicas para ensinar o seu gato a utilizar a caixa de areia.

 

26

07 2011