O estresse e os felinos


O estresse, síndrome moderna e comum entre nós humanos e que afeta e muito os nossos companheiros felinos.

Quem tem gato sabe que eles são estressáveis, ou seja, tudo absolutamente tudo que saia de sua rotina é uma situação estressante.

Sempre brinco aqui em casa “Essa vida de gatinha é muito difícil” Gente é  mesmo!

Só para constar preparei uma pequena lista do que pode gerar situações de estresse nos bichanos.

Lá vai: mudança de ambiente, hospitalização, mudanças do horário dos proprietários,  exposição contínua a ruídos, imagine agoara você ficar o dia todo com aquela obra do seu vizinho na sua cabeça, é não é fácil!

Ainda tem… Superpopulação, introdução de um novo amigo no ambiente podendo ser outro gatinho, um bebe ou até mesmo aquele seu amigo que vai na sua casa apenas para jantar pode gerar uma situação muito estressante para o seu amigo felino.

Nos gatos todas essas situações podem gerar nos felinos depressão, agressão, agitação e timidez.

Os distúrbios físicos observados comumente são: anorexia, alteração de apetite, podendo o gatinho ter seu apetite mais caprichoso. Vômito, diarreia e febre também podem aparecer, aliado a alterações na micção e defecação.

O aspecto físico de um gato que sofre com o estresse contínuo é de um gatinho com seus olhinhos alertas ou bem tristinho. A pelagem normalmente sem brilho, pois ocorrem alterações em seus hábitos de higiene, ou áreas sem pelo por lambedura excessiva e arrancamento destes pelos.

Ocorre uma alteração no seu ciclo do sono, passando a ficar muito mais tempo alerta. O que não é bom, pois fisiologicamente o gatinho precisa dormir como já falamos aqui em um dos post da Série Felinos e suas manias 2o post.

Nos casos mais graves o gato pode entrar em estado de choque, dilatando as suas pupilas, salivando e permanecendo imóvel. Parece realmente que ele vai ter um “treco”, esse tipo de comportamento ocorre mais nos gatos nervosos, ansiosos e medrosos. Este estado é ocasionado por um instinto de sobrevivência, pois a falta de movimento inibe o ataque de um possível predador.

Nossa… Esses gatos são realmente complexos.

O que fazer? Bom… Acho que Yoga e exercícios físicos não adiantam muito para os felinos.

O que vale para eles é sempre ter um cantinho disponível para que eles possam se esconder nas situações de estresse, pode ser uma caixinha de papelão. Reconhecer as situações geradoras da alteração comportamental também ajuda.

Em casos mais graves procure sempre um veterinário, pois algumas vezes é necessário o uso de medicamentos controlados iguais aos usados em humanos.

O que também vai ajudar o seu gato é o seu carinho, use e abuse desta terapia do amor! Ele vai adorar e o resultado será o seu gato mais tranquilo e você também.

Escreva neste post as suas dúvidas e opiniões aqui no Blog Sobre Cães e Gatos.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre o Autor

Vivian dos Santos Meyer

Outros posts de

Site do Autorhttp://www.sobrecaesegatos.com.br

06

12 2011
2011

Seu Comentário